Agora é ponto com!

Gente! Estamos de mudança para o endereço www.bemquesequis.com.

Espero vocês por lá!

Anúncios

É por ti, Ben…

Pra que tu tenhas um quintal para brincar,

pra que tu possas pegar frutas no pé,

pra que tu tenhas amigos da rua,

pra que tu cresças brincando de pé no chão,

pra que a praia não seja tão longe,

pra que a gente saia no sol sempre que tiver sol,

pra que a gente possa adotar um cachorro,

pra que tu ouças o cantar dos pássaros ao longo do dia.

É pra tudo isso e muito mais que nos mudamos para uma casa, filhote. Com quintal, pés de goiaba, laranja, caqui e jabuticaba, com vizinhos, com muros baixos e uma brisa bem gostosa que circula pela casa.

Tudo isso é pra ti.

Querido Ben,

Hoje faz um mês que estás aqui conosco. Um mês de muito aprendizado, mas de muito, muito amor.

Essa é a primeira cartinha que escrevo contigo aqui fora. E é uma delícia escrever e te olhar sentadinho no bebê conforto, todo agitadinho, dando gritinhos e soluçando!

Como é gostoso te ter aqui conosco, Ben. Papai e eu curtimos cada coisinha relacionada a ti: as trocas de fraldas, os banhos, os chorinhos de madrugada. Normalmente fazemos juntos, não queremos perder um segundo sequer do teu crescimento.

E que crescimento! As roupas já estão deixando de servir. E aquele macacãozinho listrado que normalmente usas para dormir já está “meia-manga”e “pescador”. As bochechar seguem cada vez mais explosivas e apertativas. Cuidado, daqui a pouco não vamos resistir e vamos ter que dar uns apertões nelas!

Tu és tão bonitinho, que as palavras que existem não são capazes de te descrever. Só criando adjetivos como “figalho” e “chimbungo” conseguimos expressar toda a tua boniteza!

Agora mamae tem que se despsdir, pois tem um bebezico agoniado querendo mamar!

Com amor,

Mamãe.

21 semanas

Meu amorzinho, está cada vez mais próximo o nosso encontro aqui fora.

Na semana passada, papai e eu te sentimos mexer, juntos, pela primeira vez. Foi uma emoção muito grande. Mamãe aqui andava meio confusa, sem saber se aquilo que sentia eram os seus movimentos. Mas nesse dia foi muito claro, papai colocou a mão e sentiu suas batidinhas na minha barriga. Ficamos tão felizes!

Coincidência ou não, foi bem na hora em que eu estava comendo um delicioso brigadeiro. A julgar pelos pulos que tens dado aqui dentro quando eu como brigadeiros ou alfajores, acho que tu vais ser dos bons doceiros, como a mamãe aqui!

Te sentir mexer deu toda uma nova dimensão a essa espera por ti. Imaginar que aqui dentro está crescendo uma pessoinha com desejos, anseios, vontades, personalidade próprias. Uma pessoinha cuja história já está começando a ser construída, mas que terá vida própria. Uma história da qual seremos, eu e teu pai, ao mesmo tempo diretores e coadjuvantes.

Ontem quando cheguei em casa à noite, papai tinha deixado um bilhetinho no meu lado da cama com um brigadeiro em cima, e os dizeres: “Feliz 21 semanas, te amo!” Tinha ainda duas florzinhas enfeitando. Foi tão bonito!

Não vejo a hora de te conhecermos pessoalmente. Mas ao mesmo tempo, está sendo delicioso te ter aqui dentro.

Com amor,

Mamãe.

Querido Ben,

agora tu tens um nome. Um nome e um sobrenome.

No nosso mundo, já tens uma vidinha própria, e já fazes completamente parte da nossa.

Tendo um nome, todas as coisas ao teu redor começam a tomar forma, com uma personalidade própria e todinha tua.

Já estamos escolhendo como vai ser o teu quartinho, preparando tudo para a tua chegada.

Espero que tu gostes, está tudo sendo feito com muito carinho.

Agora que já tens nome, te damos bom dia e boa noite. Porque não faz mais sentido ir dormir sem te dar boa noite. E é a coisa mais linda do mundo acordar e lembrar que estás aqui conosco.

Bom dia meu amorzinho!

Querido bebê…

Hoje faz um mês que descobrimos que tu estás aqui dentro, no quentinho do meu corpo. Desde o primeiro dia existe um bichinho chamado felicidade que cresce na mesma proporção com que as tuas células se multiplicam.

Ainda tenho muito medo de que algo dê errado contigo. As pessoas dizem que com 12 semanas tudo fica mais tranquilo (faltam duas, estamos quase lá!). Mas olha, cá entre nós, tenho a impressão de que esse medo não vai passar é nunca!

Papai e eu levamos muito tempo para começar a digerir tudo isso. E timidamente fomos acreditando e passando a contar para outras pessoas. E é disso que eu quero falar contigo hoje.

Quero que tu saibas que a tua chegada tem sido motivo de alegria em todos os lugares por onde a notícia passou. Teus avós, teus tios, teus primos, os meus tios, os meus primos, estamos todos radiantes de saber que estás a caminho. E não para por aí. Minhas amigas, meus amigos, os amigos do papai, está todo mundo junto nessa, com sorrisos estampados no rosto e vivendo cada dia como se tu fosses um bebê deles também. Não é lindo isso, meu filho?

Desde quando começamos a divulgar a notícia, já ganhamos três presentes. Não importa o que sejam esses presentes que ganhamos. O que importa é que cada um desses mimos é como se fosse a vovó, a titia e o titio dizendo o quão felizes eles estão com a tua chegada, e cada um do seu jeito quer participar dessa história conosco.

Tu já és muito amado.

Com amor,

Mamãe.

Eu vi um beatle

Querido filho,

ontem eu e seu pai assistimos a um show do Paul McCartney. TU vais um dia nos ouvir contar sobre como foi emocionante ver um beatle ao vivo, um show inteirinho como se estivéssemos só nós e ele numa mesa de bar. Tu vais ouvir os The Beatles (como teu avô fala), e vais contar pros teus amiguinhos que teus pais já foram a um show de um deles. Espero que um dia tu tenhas a oportunidade de ir a concertos dos músicos que marcarem a tua vida. Assim como eu, que me senti de volta nos ônibus londrinos enquanto Paul cantava Hey Jude, Long and windind road, e Lady Madona.

Este dia, 25 de abril de 2012 vai ficar guardado pra sempre nas nossas memórias.

Eu vi um Beatle, e ninguém tira isso de mim.

Um beijo,

Mamãe.