É muito amor…

Estava sábado amamentando no banheiro do casamento quando entrou um senhor. Olhou para uma moça que retocava a maquiagem e se explicou: “eu não entrei errado!” Então, veio até mim: “eu só vim dizer… Eu sou um senhor de 90 anos… Só vim aqui dizer… Eu fico maravilhado com o tanto de amor que a gente tem por esses pequenos”… E já com a voz embargada: “depois eles crescem, começam a andar…” E saiu do banheiro com os olhos marejados.

Realmente, é muito amor!

p.s. 1: sim, texto reciclado do meu facebook

p.s.2: sim, preferi amamentar sentadinha num dos puffs do banheiro a mostrar as peitcholas em pleno salão. Mas semana passada, em outro casamento, não tinha puffs no banheiro, e sentei-me dignamente num loungesinho do salão e botei o bebê pra mamar!

Os três meses vêm aí…

… e com eles vem a “crise dos três meses”.

Seu bebê não se concentra mais para mamar?

Quando mama, parece brigar com o peito, resmungar, se contorcer?

Para de mamar e fica olhando para a mamãe e chora?

Ameaça voltar a mamar, mas desiste e resmunga?

Parece sentir calor/frio/coceira/dor enquanto mama?

Parece que não quer mais mamar, mas cai no berreiro se tirado do peito?

Somado a tudo isso, parece que seus seios murcharam, dando a impressão de que todo esse chororô é por falta de leite?

Calma, pode ser só a primeira das Quatro crises de crescimento dos bebês.

Repita comigo: VAI PASSAR!