Em busca do parto normal (parte 4)

Minha peregrinação em busca do parto normal começou antes mesmo de eu engravidar. Comecei a ler muitos blogs sobre o assunto e descobri este mundo em que para parir não basta querer. Um mundo em que os médicos encontram os mais variados motivos para levar uma mulher, que tem plenas condições de parir, a fazer uma cirurgia para dar à luz seu filho. Um mundo em que o que importa é a conveniência do médico, da mulher, da sociedade, em detrimento da saúde do bebê.

Durante todo o processo de aborto, nós visitamos ao todo seis médicos diferentes, e fomos tratados das mais variadas formas. Ao final, decidimos escolher um deles para ser o nosso médico, se gostássemos, claro. Então, na primeira consulta com o Dr. Fernando, a primeira pergunta que fiz foi se ele fazia parto normal, como contei aqui.

Bom, depois que engravidei, entrei numa obsessão em relação ao parto, pesquisava muito, lia muito, assistia a muitos vídeos de parto. Entrei nos grupos de apoio ao parto normal no Facebook, discuti com meninas no Babycenter, conversei muito sobre o assunto com amigos, virei a chata do parto normal.

Analisando minhas opções para o parto aqui em Florianópolis, cheguei à conclusão de que teria que me cercar dos melhores profissionais para garantir que teria o parto do jeito que eu quero. Teria que pagar o chamado do meu médico, e também ser acompanhada por uma doula. Assim, qualquer maternidade que eu fosse teria mais chances de ter meus desejos respeitados.

Foi quando tivemos nosso encontro com aquela que seria nossa doula, que tudo começou a mudar. Não teve muito a ver com o encontro com ela em si. Mas foi o processo por que passei que culminou ali. No meio da nossa conversa, estávamos falando sobre as opções de maternidades aqui na cidade, e comentei: “O que mais me incomoda é que precisamos pensar em tudo isso quando na verdade o parto é um processo natural, né?” E ela concordou, e me perguntou: “Já que você pensa assim, por quê não cogitar o parto em casa?”

E então passamos a cogitar a possibilidade do parto em casa. Queridíssimo se animou, afinal sempre teve uma certa queda pelo parto em casa. Já o peguei várias vezes espiando piscinas infláveis no mercado e tudo!

Nesse momento, tínhamos três opções: 1. clínica humanizada com plantonista; 2. clínica não humanizada com nosso médico; e 3. parto em casa. E essas três opões custariam praticamente o mesmo preço.

Mas algo estava me incomodando: por quê eu preciso de tudo isso, quando na verdade parir vai depender somente de mim e do meu bebê? É claro que eu preciso estar bem acompanhada, mas tenho um marido super bem informado, e realmente disposto a buscar o melhor para nós três.

Chegou o momento em que deveríamos fazer uma escolha. O próximo encontro sobre parto em casa seria dali a umas semanas, também teríamos que dar um retorno e pagar um sinal para a doula. Então, mais ou menos na mesma data seria a palestra de apresentação no Hospital Universitário. E lá fomos nós. E o que eu vi muito me agradou, como contei aqui. Ao mesmo tempo, tivemos algumas vezes que ir à maternidade humanizada, para consultas de emergência, e o atendimento lá não é aquelas maravilhas. Na verdade, é sempre bem desagradável ter que ir lá, sem falar que o banheiro da recepção está sempre sujo. Eu acho que isso diz muito sobre um lugar.

Então, levando em conta essa minha convicção de que parto é um processo fisiológico, que eu me senti super acolhida no HU, que nunca me senti desta forma acolhida na maternidade humanizada, e que as outras duas maternidades da cidade têm uma postura ultrapassada de assistência ao parto, tomamos a decisão: vamos ter nosso bebê pelo SUS, no Hospital Universitário.

Veja bem, eu já ouvi e li relatos positivos e negativos em relação ao HU. Gente que teve um parto maravilhoso, e gente que teve uma péssima experiência. Mas o mesmo ocorre nas outras maternidades da cidade. Também já li muitos relatos que falam o quão indispensável á a função da doula no parto. Eu não duvido. Mesmo. Mas ouvi uma opinião que me ajudou muito a decidir, de uma das meninas que conduziram nosso grupo de gestantes. Ela disse uma coisa que muito me influenciou: que o papel da doula pode muito bem ser feito por alguém de confiança, marido mãe, irmã, até uma grande amiga. E isso fez muito sentido pra mim.

E por fim, o que realmente me fez fazer esta escolha foi o fato de que eu quero passar isso sozinha com o Queridíssimo. Acho que vai ser importante para nós, como pais, como casal, como família, passar por isso juntos, tomando as rédeas do processo.

Ufa! Do dia em que tomamos essa decisão em diante, o parto deixou de ser uma preocupação para mim.

Que assim seja.

Anúncios

6 pensamentos sobre “Em busca do parto normal (parte 4)

  1. Ai, chega prendi a respiração quando vc cogitou o parto domiciliar: meu sonho! Rsrs
    Mas como ainda tô só no processo de ser a chata do parto normal, na hora do vamos ver, não sei como será. :s
    Mas fiquei confusa com uma coisa, De. É só pra me ajudar a pensar sobre isso e não pra vc repensar, pq que bom q já está tranquila com o parto! 🙂
    Vc falou que vai abrir mão da doula, pq quer passar por isso só com o seu marido, tendo as rédeas do processo. Achei mesmo q fez sentido, mas como vc imagina isso dentro do hospital? Pq o q mais tenho medo de pisar no hospital, é ficar à mercê dos seus protocolos. :/ Foi você que disse que já tem um plano de parto escrito? Nesse caso, acho que seria indispensável! (com o marido insistindo para que os profissionais leiam, claro).
    Ai! Tá pertinho!! Tô torcendo por vcs!
    Bjo.

    • Nana,
      é que como optamos por ter no Hospital Universitário, lá não poderia entrar de qualquer forma com a doula, pois é só um acompanhante por gestante. E também estou bem tranquila com os procedimentos, pois eles não fazem episio, ocitocina ou tricotomia de rotina; cesárea só realmente necessária. Então estou tranquila com os protocolos deles, entende?

  2. Muito bom teu post contando sobre a escolha, muito esclarecedor. Obrigada por ajudar muita gente com esses comentários 🙂

    Também penso como tu, se o parto é um processo tão natural, pq tudo isso..?

    beijos!

  3. Que bom que tu já conseguiu tomar a decisao, agora é torcer para que tudo dê certo, De!
    Eu ainda nao penso muito no assunto porque quando se mora longe, e nao temos as referências de outras mulheres para tomar uma decisao é complicado. Só sei que quero o Tourinho do meu lado, parto natural (cesárea é em casos extremos, e ponto), e bezerrinh@ comigo desde o primeiro segundo!
    Besitos

  4. Olá, obrigada pelos esclarecimentos, estou com 7 meses de gestação e me sinto exatamente como tu, que quer parto normal, não confia nas outras duas maternidades e não concorda em pagar os custos de um parto humanizado na Maternidade Ilha se a protagonista deva ser eu..hehe.. E como tenho varias amigas com péssimas experiências nessa maternidade estou muito confiante no HU. Minhas duvidas sao as seguintes: sobre anestesia, caso eu queira por por não conseguir suportar a dor, o HU disponibiliza com facilidade ou eles não dão? E a outra dùvida é sobre a reforma, se ja acabou e se você conhece relatos de lá após isso… Obrigada e parabéns pelo Blog.. Li tuuuuuuuudo e me acalmou muito. Beijo grande.

    • Oi Giorgia! Desculpa demorar a responder, é que agora estou lá no bemquesequis.com

      Sobre a anestesia, sugiro que você faça um plano de parto e inclua que gostaria de anestesia. Uma amiga minha recentemente pariu lá e levou um plano de parto. Fui muito respeitada!

      A reforma ainda não acabou… estive lá esses dias e eles comentaram que está demorando muito mais do que o previsto! Mas eu achei bem ok as instalações enquanto estive lá.

      Espero ter ajudado!

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s